Gestão Inclusiva de Resíduos Sólidos

A coleta de materiais recicláveis dá uma contribuição econômica e ambiental significativa para as prefeituras e também fornece uma fonte de renda para milhões de pessoas ao redor do mundo. Quando catadores de materiais recicláveis contribuem para os sistemas de gestão de resíduos sólidos, quantidades significativas de resíduos e de recicláveis são redirecionados do fluxo de resíduos, e a dependência de matérias primas virgens se reduz. Uma publicação de 2010 da ONU Habitat estimou que os catadores de materiais recicláveis realizam entre 50 e 100% de toda a coleta de resíduos em andamento na maior parte das cidades dos países em desenvolvimento – sem custo para o orçamento municipal. Além disso, a coleta de materiais recicláveis contribui para a melhoria da saúde e o saneamento públicos.

A coleta de resíduos provê uma fonte de renda para muitas pessoas. A OIT estima que entre 15 e 20 milhões de pessoas em todo o mundo ganhem a vida reclicando. Nos países em desenvolvimento, cerca de 1% da força de trabalho urbana está engajada na reciclagem: na coleta, recuperação, classificação, limpeza, prensagem e compactação de lixo e na transformação de lixo em novos produtos.

Modelos bem-sucedidos de gestão inclusiva de resíduos existem atualmente em diversos países, incluindo a Argentina, o Brasil e a Índia. Modelos inovadores de compostagem também têm sido desenvolvidos pelas organizações de catadores de materiais recicláveis. Infelizmente, apesar de a reciclagem reduzir as emissões de poluentes em 25 vezes mais do que as usinas de carvão produtoras de energia, os catadores de materiais recicláveis estão perdendo espaço devido à privatização da gestão de resíduos sólidos e ao uso de sistemas de eliminação de resíduos, tais como incineradores e tecnologias de produção de energia a partir dos resíduos. Os esforços dos catadores de materiais recicláveis para expandir e formalizar suas atividades devem ser apoiadas. Isto resultará em mais recuperação de recursos, mais trabalho produtivo, melhores condições de trabalho e redução nas emissões de gases de efeito estufa.

As seguintes publicações e estudos em andamento fornecem insights a respeito de e recomendações de planejamento e de políticas públicas visando à inclusão dos catadores de materiais recicláveis nos sistemas municipais de gestão de resíduos sólidos – uma abordagem ambiental e socialmente vantajosa.