Estatísticas

“As estatísticas são poderosas… Quando as estatísticas estão nas mãos de ativistas, as lutas são, então, fortalecidas” – Ela Bhatt, fundadora da Associação de Mulheres Autônomas (SEWA).

Três quartos (75%) da força de trabalho não agrícola nos países em desenvolvimento estava informalmente empregada no início do século XXI. Mais especificamente, o emprego informal não-agrícola está presente nos seguintes índices:

  • 48 % no norte da África
  • 51 % na América Latina
  • 65 % na Ásia
  • 72 % na África subsahariana.

A WIEGO está atualmente atualizando o folheto da OIT, “Mulheres e homens na economia informal: Um quadro estatístico (2002).” (em inglés)

O trabalho estatístico da WIEGO no projeto Cidades Inclusivas pretende estabelecer o quadro estatístico mais preciso possível a respeito do tamanho e da contribuição da economia informal nas áreas urbanas, em geral, e em algumas grandes cidades, em particular. Onde os dados o permitem, têm sido construídos perfis dos catadores de materiais recicláveis, vendedores ambulantes e trabalhadores em domicílio. Os pesquisadores também estão refletindo sobre os pontos fortes e fracos das técnicas de coletas de dados existentes de modo a facilitar a aprendizagem entre os países a respeito de como melhor coletar estatísticas sobre a economia informal urbana. Alguns dos principais achados são os seguintes:

A análise de dados sugere que o trabalho informal, ao invés de uma exceção, é o modo dominante de trabalho na maior parte das cidades, incluindo as pequenas, no mundo em desenvolvimento.

Estatísticas relativas a cidades

Emprego informal como percentual do emprego não agrícola:

  • 7 cidades da África Ocidental (Abidjan, Bamako, Cotonou, Dakar, Lome, Niamey, e Ouagadougou) em média, 80%
  • Lima, Peru, 59%
  • Ho Chi Minh City, Vietnam, 54% (Herrera, et al, 2011)
  • Buenos Aires, Argentina, 45% (Esquivel, 2010)
  • Gauteng City região na África do Sul, 25% (Wills, 2009).

Estatísticas de grupos de trabalhadores

  • trabalhadores em domicílio – 18% do emprego urbano na Índia (Chen e Raveendran, 2011)
  • vendedores ambulantes – 11% do emprego urbano na Índia (Chen e Raveendran, 2011); 5% do emprego urbano na África do Sul* (Wills, 2009)
  • catadores de materiais recicláveis – cerca de 1% do emprego urbano em muitos países.

Documentos de Trabalho da WIEGO (Estatísticas) (em Inglês)

Estatísticas -- South Africa's Informal Economy: A Statistical Profile.Wills, Gabrielle. 2009. South Africa’s Informal Economy: A Statistical Profile. WIEGO Working Paper (Statistics) No. 6.

 

 

 

 

Estatísticas -- Urban Employment in India: Recent Trends and PatternsChen, Martha and G. Raveendran. 2011. Urban Employment in India: Recent Trends and Patterns. WIEGO Working Paper (Statistics) No. 7.

 

 

 

Estatísticas -- The Informal Economy in Greater Buenos Aires: A Statistical ProfileEsquivel, Valeria. 2010. The Informal Economy in Greater Buenos Aires: A Statistical Profile. WIEGO Working Paper (Statistics) No. 8.

 

 

 

Estatísticas -- Informal Sector and Informal Employment: Overview of Data for 11 Cities in 10 Developing CountriesHerrera, Javier, Mathias Kuépié, Christophe J. Nordman, Xavier Oudin and François Roubaud. 2012. Informal Sector and Informal Employment: Overview of Data for 11 Cities in 10 Developing Countries. WIEGO Working Paper (Statistics) No. 9.

 

 

Notas Estatísticas

Estatísticas -- Statistics on Informal Employment in BrazilBudlender, Debbie. 2011. Estadísticas sobre el empleo informal en Brasil. WIEGO Nota estadística No. 2 .

 

 

 

 

Estatísticas -- Measuring Informal Employment in South Africa: The New Quarterly Labour Force SurveyBudlender, Debbie. 2011. Measuring Informal Employment in South Africa: The New Quarterly Labour Force Survey. WIEGO Statistical Brief No. 5.

 

 

 

Estatísticas -- Statistics on Informal Employment in GhanaBudlender, Debbie. 2011. Statistics on Informal Employment in Ghana. WIEGO Statistical Brief No. 4.

 

 

 

 

Estatísticas -- Statistics on Informal Employment in KenyaBudlender, Debbie. 2011. Statistics on Informal Employment in Kenya. WIEGO Statistical Brief No. 3.

 

 

 

 

Estatísticas -- Statistics on Informal Employment in AfricaBudlender, Debbie. 2011. Statistics on Informal Employment in South Africa. WIEGO Statistical Brief No. 1.

 

 

 

 

Dada a sua mobilidade, os vendedores ambulantes são um grupo de trabalhadores cujos dados são particularmente difíceis de coletar. A especialista do setor de vendedores ambulantes da WIEGO / Cidades Inclusivas, Sally Roever, elaborou um guia e um pacote com recursos para melhor conduzir os censos sobre vendedores de ruas. Estes métodos foram testados no censo da StreetNet dos vendedores ambulantes na área de Durban.

How to Plan a Street Trader CensusRoever, Sally. 2011. How to Plan a Street Trader Census. WIEGO Technical Brief (Urban Policies) No. 2.